• PDF

S. João Bosco

S. João Bosco é um “gigante do Espírito” que deixou como herança um património espiritual rico e bem definido. Conhecido como o santo dos jovens, João Bosco, nasceu no dia 16 de agosto de 1815, no pequeno vilarejo dos "Becchi", no Piemonte, Norte da Itália. Ficou órfão de pai aos dois anos de idade e foi criado por sua mãe, Margarida Occhiena. Aos nove anos teve um sonho que guiou toda a trajetória da sua vida: cuidar da juventude abandonada e pobre. Nascido no campo, foi estudar na cidade e para se sustentar, trabalhou como carpinteiro, alfaiate, ferreiro e empregado de bar.

O tempo passou, e vendo a cidade cheia de crianças que hoje denominamos "em situação de risco", decidiu dedicar-se a elas. Em 1841 foi ordenado padre e começou a reuni-las aos domingos para as instruir. Cinco anos depois, mesmo com enormes dificuldades, conseguiu abrir o seu primeiro Oratório, na periferia de Valdocco. Ali, os meninos tinham alojamento, recebiam comida, afeto,  estudavam e aprendiam uma profissão. Em 1859, com os religiosos e educadores que atuavam no Oratório, fundou a Sociedade de São Francisco de Sales, a Congregação Salesiana. Mais tarde, em 1872, juntamente com Maria Domingas Mazzarello (Santa Maria Mazzarello), criou o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e, em1869, fundou a Associação dos Salesianos Cooperadores.

Dom Bosco é um santo considerado “património da educação” e o seu Sistema Preventivo, pode ser aplicado a todas as situações educativas que envolvam crianças e jovens. O carisma salesiano presente nas escolas, paróquias, obras sociais, oratórios, universidades, e o seu Projecto Educacional com o Sistema Preventivo de D. Bosco, estão presentes mesmo em países de culto não católico, como nas regiões da Ásia e Médio Oriente.